Juiz autoriza condução coercitiva de suspeito de ser sócio oculto do FIB Bank

Juiz federal Francisco Codevila autorizou a condução coercitiva do empresário Marcos Tolentino, investigado pela CPI da Covid

Foto: reprodução

De acordo com reportagem de O Globo, o  juiz Francisco Codevila, responsável pela autorização da intimação e eventual condução coercitiva ressaltou que “a postura da testemunha de não comunicar a CPI o motivo que levou a sua ausência na data para a qual anteriormente convocada a depor, se revelou como evasiva e não justificada”.

“Nesse caso, se, regularmente intimada, a testemunha deixa de comparecer sem motivo justificado, a teor do art. 218 do CPP, poderá ser requisitada à autoridade policial a apresentação da testemunha ou sua condução por oficial de justiça, com o ‘auxílio da força pública’”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *