Ministério da Educação silencia sobre centenário de Paulo Freire

Referência mundial e patrono da Educação brasileira, Freire foi ofendido por Bolsonaro e aliados diversas vezes

Foto: reprodução

Às vésperas do centenário de Paulo Freire, patrono da Educação brasileira e uma das referências da pedagogia mundial, o Ministério da Educação silencia sobre uma possível homenagem. Ofendido por Jair Bolsonaro e aliados diversas vezes, Freire completaria cem anos no próximo dia 19.

Na última terça-feira (31/8), a coluna perguntou ao ministério sobre as atividades e o investimento para o centenário de Freire. A pasta não respondeu.

Um levantamento de London School of Economics apontou que Freire é o terceiro teórico mais citado em artigos na área de humanas no mundo. Pernambucano, o patrono da Educação brasileira é reconhecido pelo método de alfabetização que criou para trabalhadores nos anos 1960.

Via Metropoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *