Governo Bolsonaro deixou 2,2 milhões de mães sem auxílio emergencial

Bolsonaro já cortou pelo menos 2,2 milhões de mulheres do auxílio emergencial. Esses cortes foram contra chefes de família que não estão mais recebendo a maior parte do benefício, no valor de R$ 375. As informações são do Metrópoles.

Foto: Ueslei Marcelino

Segundo os dados, o Governo Federal vem fazendo cortes desde que renovou o Auxílio em 2021 com valores mais baixos. Tanto que os depoimentos de mulheres sobre os cortes vem crescendo nos últimos meses.

O Ministério da Cidadania disse que foram cancelados ou bloqueados nos processos de revisão 4,4% dos benefícios para mães monoparentais, ou seja, que são as responsáveis pela casa. Enquanto isso, o governo de Bolsonaro segue recriando novos ministérios para dar cargos ao Centrão.

Via Diário do Centr d Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *