#24J: Centrais Sindicais convocam para ato contra Bolsonaro no sábado (24)

Líderes de organizações representativas aderem às manifestações e conclamam trabalhadores a pressionar pela saída do presidente extremista e pelo fim de seu governo pautado na morte. 144 cidades do Brasil e do mundo confirmam participação

Foto: Rede Brasil Atual

As Centrais Sindicais convocaram trabalhadores de todo Brasil para o próximo ato público contra o presidente Jair Bolsonaro, no sábado (24). Com uma pauta que engloba ainda auxílio-emergencial de R$ 600, vacina para todos, por mais emprego e contra a reforma administrativa, as lideranças da manifestação pretendem lembrar também dos mais de 540 mil mortos da pandemia até agora.

Os organizadores do evento lembram que é necessária uma presença maciça do povo nas ruas para impedir as aventuras autoritárias de Bolsonaro, que vem tentando impedir a realização das eleições no próximo ano, colocando sob suspeita o seguro e eficiente processo eleitoral brasileiro.

Os líderes sindicais de várias categorias ressaltam, da mesma forma, a importância de se pressionar o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), para que seja dado sequência em algum das centenas de pedidos de impeachment protocolados até agora no parlamento, já que essa é uma prerrogativa do chefe da Casa.

Em São Paulo, o caminhão das Centrais Sindicais estará na avenida Paulista, em frente à Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Os organizadores recomendam que todos os participantes usem máscaras, levem álcool em gel e mantenham distância de pelo menos dois metros entre as pessoas.

Confira aqui as 144 cidades do Brasil e do exterior que já confirmaram participação nos atos do próximo sábado (24):

Assinam a nota de convocação para o #24J os seguintes líderes de entidades sindicais:

Sérgio Nobre, presidente da Central Única dos Trabalhadores – CUT

Miguel Eduardo Torres, presidente da Força Sindical – FS

Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores – UGT

Adilson Gonçalves de Araújo, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB

Antonio Neto, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros – CSB

José Reginaldo Inácio, presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST

Ubiraci Dantas Oliveira, presidente da CGTB – Central Geral dos Trabalhadores do Brasil

Atnágoras Lopes, Secretaria Executiva Nacional da CSP – Conlutas

Edson Carneiro Índio, Intersindical – Central da Classe Trabalhadora

Emanuel Melato, Coordenação da Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora

José Gozze, presidente – Pública Central do Servidor

Via Revista Forum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *