Cúpula da CPI fala em ‘obstrução de informações’, e Renan defende convocação de Onyx Lorenzoni

Renan Calheiros (MDB-AL), defendeu a convocação do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, após a cúpula da CPI constatar que o governo não envia para a comissão documentos sobre a negociação da vacina indiana Covaxin

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

A cúpula da CPI da Covid reclamou durante a sessão desta sexta-feira (9) de que o governo não envia para a comissão documentos sobre a negociação da vacina indiana Covaxin. Diante da “obstrução de informações”, o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), defendeu a convocação do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni. A reportagem é do portal G1. 

A Covaxin foi a vacina mais cara contratada pelo governo federal. Diante das denúncias de irregularidades, a aquisição está sob investigação do Ministério Público, do Tribunal de Contas da União e da Polícia Federal. No fim de junho, o governo suspendeu o contrato.

Renan deu a declaração em um momento em que a CPI tentava comparar a invoice (nota fiscal internacional) da Covaxin apresentada pelo depoente desta sexta, o técnico da Saúde William Santana, com a invoice apresentada por Onyx em uma coletiva de imprensa, há duas semanas.

O relator tenta provar que Onyx apresentou uma invoice que não existiu no processo de compra da Covaxin. Na ocasião da coletiva, Onyx quis desqualificar as denúncias de que havia irregularidade nas negociações com a Covaxin.

“Peço a imediata convocação do Onyx para que venha depor sobre o crime de falsidade, ao expor à nação um documento que sequer existe, falso. Portanto, a sua presença nessa comissão é importantíssima”, disse Renan.

O vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que a convocação de Onyx será votada na semana que vem. Randolfe criticou o fato de o governo não enviar à CPI os documentos solicitados.

Via Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *