Declarado suspeito e parcial pelo STF, Moro é forçado a reescrever livro

O ex-juiz, logo ele, lançará livro no meio do ano sobre corrupção e compliance, e contará de sua passagem pelo governo Bolsonaro

Sérgio Moro (Foto: Joédson Alves/EFE)

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de declarar o ex-juiz Sergio Moro parcial e suspeito, inocentando o ex-presidente Lula, fez com que o também ex-ministro precisasse reescrever seu livro que seria lançado em março pela editora Sextante.

O lançamento da obra foi adiado para o meio do ano, segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo.

No livro, o ex-juiz, logo ele, falará sobre corrupção, compliance e contará se sua passagem pelo governo Jair Bolsonaro.

Via Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.