CPI da Covid vai incluir no relatório final fake news de Bolsonaro sobre Aids e vacina

Foto: Pedro França/Agência Senado

Para o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues, a associação mentirosa feita por Jair Bolsonaro configura crime e é motivo para prisão preventiva

Randolfe Rodrigues (Rede), vice-presidente da CPI da Covid-19, afirmou ao UOL na manhã desta segunda-feira (25) que será incluída no relatório final a informação mentirosa dita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que “pessoas totalmente imunizadas com a vacina da Covid-19 estão desenvolvendo Aids”.

A comissão vai encaminhar um ofício ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes pedindo que a frase seja incluída no inquérito das fake news.

“A reiteração de crime do presidente da República será acrescentada ao relatório, sem dúvida nenhuma, além da providência que estamos fazendo da comunicação ao ministro Alexandre de Moraes”, disse Randolfe.

Via Brasil 247

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *