Eleição na Câmara: Em defesa da democracia, PT decide integrar bloco de oposição a Bolsonaro

A nota destaca que “é nossa responsabilidade, neste momento em que Bolsonaro tenta tomar de assalto o Parlamento, somar forças com todos e todas que se dispõem a barrar tal pretensão autoritária”. O PT vai construir com os partidos de oposição um programa e um nome para presidência da Casa

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira (18), o líder do PTEnio Verri (PR), anunciou que a bancada decidiu participar do Bloco que reúne os partidos do campo da Oposição e de parlamentares que não apoiam o candidato de Bolsonaro para a eleição da próxima Mesa Diretora da Câmara.

“É nossa responsabilidade, neste momento em que Bolsonaro tenta tomar de assalto o Parlamento, somar forças com todos e todas que se dispõem a barrar tal pretensão autoritária”, afirmou o líder do PT.

A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), afirmou que, apesar de aderir ao bloco, o partido tentará construir apoio para que o candidato do bloco seja das siglas de esquerda.

Um documento firmando os compromissos do bloco de oposição a Bolsonaro assinado pelos partidos foi divulgado nesta sexta-feira, 18.

Leia a íntegra da nota da Bancada do PT:

Nota da Bancada do PT sobre a eleição para a Mesa Diretora da Câmara

Nós, da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, diante da maior crise da história brasileira, temos o dever de combater, dentro e fora do Congresso, o governo antinacional, antipopular e antidemocrático de Jair Bolsonaro, o maior responsável por milhares de mortes pelo Covid-19 e por dezenas de crimes de responsabilidade.

É, portanto, nossa responsabilidade, neste momento em que Bolsonaro tenta tomar de assalto o Parlamento, somar forças com todos e todas que se dispõem a barrar tal pretensão autoritária.

Assim é que, reunida hoje (18/12), a Bancada do PT na Câmara adotou a seguinte decisão:

Participar do Bloco que reúne os partidos do campo da Oposição e de parlamentares que não apoiam o candidato de Bolsonaro:

Divulgar para a população, e apresentar aos integrantes do Bloco, um programa de defesa da democracia, da participação proporcional nas instâncias dirigentes da Câmara e de intransigente oposição a qualquer revogação de direitos humanos, políticos e sociais;

Apresentar ao bloco uma candidatura do PT ou de um dos partidos do campo de oposição.

Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara

Via PT Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *