Band implode Sérgio Moro e diz que ele destruiu a engenharia brasileira para depois embolsar uma fortuna

Em editorial lido na noite de ontem, o jornalista Eduardo Oinegue condena o novo emprego do ex-juiz que vai receber uma foturna das empresas que ele próprio destruiu.

O grupo Bandeirantes divulgou, na noite de ontem, um editorial, lido pelo âncora Eduardo Oinegue, que critica duramente o ex-juiz Sérgio Moro por aceitar o emprego numa empresa, a Alvarez & Marsal, que lucra milhões com a destruição das empreiteiras brasileiras, que foram liquidadas por Moro na Lava Jato. Confira, abaixo:

Via Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *