Bolsonaro nomeia reitor que ficou em último na lista tríplice da UFPB

Valdiney Veloso tem doutorado em psicologia social – Imagem: Reprodução

Mais uma vez o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) indicou para reitor um nome que não foi o mais votado em uma universidade federal. Isso já tinha acontecido anteriormente em outros estados. E agora se repetiu na UFPB (Universidade Federal da Paraíba). O indicado foi Valdiney Veloso, que foi o menos votado da lista tríplice.

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União. De acordo com o texto, Veloso assumirá o cargo na próxima quarta-feira, dia 11 de novembro.

O novo reitor dividiu a chapa com Liana Filgueira Albuquerque. Eles ficarão na gestão da reitoria da UFPB até 2024.

A Constituição prevê que o Presidente da República pode escolher o nome de quem vai ocupar o cargo de reitor em todas universidades federais. Mas historicamente há uma preferência por indicar os mais votadas nas listas tríplices.

Recentemente Bolsonaro nomeou reitores menos votados em universidades federais do Triângulo Mineiro (UFTM), Recôncavo Baiano (UFRB), Vale do Jequitinhonha (UFVJM), Ceará (UFC), Fronteira Sul (UFFS) e Espírito Santo (UFES), por exemplo.

Via UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *