Senador flagrado pela PF com dinheiro entre as nadegas emprega parente da família Bolsonaro em seu gabinete

Foto: divulgação

Em apenas um ano e meio trabalhando no gabinete do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), o primo dos filhos de Bolsonaro Leonardo Rodrigues de Jesus, conhecido como Leo Índio, recebeu R$ 436 mil reais.

Leo Índio trabalha como assessor parlamentar no Salão Azul do Congresso desde abril de 2019, e tomou posse um mês depois de Bolsonaro escolher Chico Rodrigues como vice-líder do governo.

Na noite desta quarta-feira (14), o senador foi flagrado pela Polícia Federal com R$ 30 mil escondidos entre as nádegas.

Via DCM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *