Empresário cita “caixinha” com Cunha, Garotinho e Everaldo e dificuldades com Benedita da Silva

Foto: Reprodução

Única ex-governadora do Rio de Janeiro que não está envolvida em casos de corrupção, Benedita da Silva (PT) dificultou o esquema de desvio de 5% de todos os contratos do Cedae para uma caixinha organizada pelo ex-deputado Eduardo Cunha, o ex-governador Anthony Garotinho e o presidente do PSC, pastor Everaldo.

A informação consta do depoimento do empresário Edson Torres, um dos braços privados no esquema de corrupção na companhia estadual de água e esgoto, segundo informações de Athos Moura, na coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo desta terça-feira (15).

Segundo o depoimento, o grupo teria desviado 5% de todos os contratos da Cedae, mas teve dificuldades com Benedita da Silva, que assumiu o governo após Garotinho renunciar para tentar concorrer a presidência.

As facilidades, no entanto, voltaram quando Rosinha Garotinho assumiu o governo do Rio, em 2003.

Via Revista Fórum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *