Democracia em Vertigem é eleito pelo The Guardian como um dos 20 melhores documentários para entender 2020

O jornal britânico comparou a ascensão da extrema direita no Brasil, retratada pelo filme de Petra Costa, com o contexto político dos EUA e Grã-Bretanha

O impeachment sem crime abriu caminho para o sequestro da democracia – Foto: Juca Varella/ABR

O jornal britânico The Guardian selecionou o filme Democracia em Vertigem, da diretora brasileira Petra Costa, como um dos 20 melhores documentários para explicar o ano de 2020.

Ao justificar a escolha pela obra brasileira, o jornal diz que o documentário adverte sobre a ascensão da extrema direita no Brasil. O veículo também compara essa ascensão com o clima político nos Estados Unidos e Grã-Bretanha.

“O relato arrepiante e bem construído de Petra Costa sobre sua ascensão ao poder não vai aquecer seu coração. É uma explicação densa e apaixonada de uma mudança política que tem sido difícil de seguir apenas nas manchetes, mas também há ressonância universal: o clima público conturbado evocado será reconhecido pelos residentes da América de Trump ou da Grã-Bretanha de Boris Johnson”, diz o texto.

Democracia em Vertigem foi aclamado mundialmente por seu amplo retrato do que foi o golpe contra Dilma Rousseff em 2016, apontando suas causas, consumação e consequências. Entre as honras que recebeu, está a indicação ao Oscar de Melhor Documentário em 2020, ao ser escolhido entre os cinco melhores do ano pela Academia de Cinema de Hollywood.

Via Revista Fórum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *