Perfis derrubados pelo Facebook atuavam desde as eleições de 2018

Foto: Reprodução/twitter

Embora já se soubesse da existência da chamada ‘milícia digital’ do governo de Jair Bolsonaro, um relatório detalhado da equipe do Digital Forensic Research Lab (DRFLab), ligado ao Atlantic Council, coordenada pela pesquisadora Luiza Bandeira, apontou algumas características das 88 páginas derrubadas por uma ação do Facebook desta semana.

Uma das informações é a que a maioria das páginas usavam perfis duplicados e falsos para evitar a fiscalização da plataforma e produziam e compartilhavam memes atacando os adversários de Bolsonaro desde as eleições de 2018, informa reportagem do Globo

As páginas estão ligadas a Eduardo, Carlos e Flávio Bolsonaro e à própria presidência. Até um assessor direto de Bolsonaro no Planalto, Tércio Arnaud Thomaz, foi atingido

Via Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *