Policiais não sabiam que iriam prender Queiroz para evitar vazamento

Imagem: Reprodução/TV Globo

Do Uol

O delegado da Polícia Civil de São Paulo Osvaldo Nico Gonçalves, que participou hoje da prisão de Fabrício Queiroz, disse que os policiais não sabiam quem iriam prender na operação. O objetivo foi evitar qualquer vazamento de informação.

“Não demos ciência para os policiais para não haver nenhum tipo de vazamento, nada. Ontem fomos contatados pelo delegado geral que recebeu a missão do Ministério Público, e nós cumprimos com êxito. A gente fez um briefing hoje por volta de 4 horas na nossa sede e seguimos pro local junto com os promotores públicos”, disse em entrevista à CNN.

Gonçalves também disse que Queiroz foi preso em um quarto humilde e que não ofereceu qualquer resistência aos policiais.

Ele tinha tomado remédio para dormir, não conseguiu atender a campainha, insistimos várias vezes, fomos forçados a quebrar a corrente e chegar até o quarto que ele estava. Estava dormindo não ofereceu resistência nenhuma, só falou que estava com problema de saúde”, contou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *